terça-feira, 9 de março de 2010

ESTRADAS

Por uma estrada passa muitas vidas, indo em varias direções, pessoas acompanhadas, e sós... á procura de caminhos que levam a destinos escolhidos, a destinos impostos, sejam por outras pessoas, ou provocado por nós mesmos... podemos nos arrepender pela escolha feita, por essa estrada ter nos levado a um lugar que não era o que esperávamos, e ai começa um longo processo de reajustes, onde haverá muitos sentimentos contraditórios, reações adversas impensadas e feitas a pressa... ficamos desorientados e com uma vontade de fugir para bem longe de tudo e de todos, vemos a todo instante cada minuto de nossos passos dados, minuciosamente procuramos pela falha inevitavel que nos levou até aquele ponto... muitas cenas passam por nossa mente, muito “SES” ficam girando em nossos pesamentos, e aquela sensação de que algo muito grande falta dentro de nós, nos deixa em estado de alerta constante de que todo cuidado devemos tomar para poder seguir com segurança... a todo instante nosso inimigo interno nos cutuca querendo provocar reações incertas e erradas, temos essa consciência, mas muitas vezes nos deixamos levar pelo simples fato de ser mais facil, e de que não temos mais que lutar... jogamos no ar frases como “O QUE TIVER QUE SER, SERÁ!”... deixando a responsabilidade nas mãos do destino, tirando assim a culpa de nossas costas... facilidade momentânea, pois as consequências batem na nossa porta e não na porta do destino... e lá vem novamente nossa conhecida “SE”...
Caminhamos por varias estradas ao longo de nossa vida, e cada passo que damos, terá sua consequência num futuro, seja ele próximo ou distante, e por mais que a gente tente nos enganar que pensavamos esta na estrada certa, no fundo, fizemos essa escolha por varios motivos, sejam eles justos, feitos em momentos de desorientação, desobediência, raiva, amor, cegueira... enfim cada um tem seu motivo, mas o que não devemos fazer, é continuar numa mesma estrada, dizendo que já a conhecermos, que sabemos de cada curva, cada subida, cada pedra ao longo dela... as vezes um caminho desconhecido, pode nos mostrar uma outra vida em um novo mundo, mesmo que seje dentro de nós mesmos...





Alessandra Iizidoro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário